Cuidados que todo homem deve ter a partir de 40 anos

O câncer de próstata é uma das principais preocupações para os homens de meia idade

Resultado de imagem para homens adultos

Com o passar dos anos, é preciso redobrar os cuidados com a saúde e ficar atento aos sinais que o corpo dá para qualquer tipo de coisa que possa fugir da normalidade. Para os homens, o câncer de próstata é uma das condições médicas mais comuns e que mais exige atenção para quem já passou dos 40 anos de idade.

O câncer de próstata é o segundo câncer mais comum no Brasil. Estima-se que, somente em 2016, tenham surgido mais de 60 mil novos casos da doença no país, de acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Ele é mais comum em homens acima de 40 anos, com incidências ainda maiores em homens com mais de 65 anos. Por isso, para os homens acima de 40 anos, é recomendada a visita anual a um urologista e a realização dos exames diagnósticos recomendados por ele.

Um dos métodos que mais tem facilitado o diagnóstico do câncer de próstata, quando existe suspeita clínica ou laboratorial (PSA aumentado), é a ressonância magnética de 3T (3 Tesla) multiparamétrica. Ao contrário do que muita gente pensa, esse método não significa ver em 3D, que quer dizer tridimensional. A nomenclatura vem do fato de que, para a realização desse exame, é criado um campo magnético que é medido com a unidade Tesla de maior intensidade.

Os aparelhos mais antigos de ressonância magnética emitem campos de 1,0T ou 1,5T, o que gera imagens menos precisas do o 3,0T. Trata-se de uma tecnologia nova, já existente na IMEB, e que possui uma vantagem imensa para a detecção de vários tipos de câncer, inclusive o de próstata.

Um dos principais avanços da ressonância magnética em 3T é que ela reduz em cerca de 30% as chances de um falso negativo. Como a imagem e o alcance da visualização é melhor, é possível identificar massas suspeitas com maior precisão e, assim, aumentar as chances de diagnóstico precoce. 
No uso da técnica multiparamétrica, além da análise morfológica, é utilizada outras técnicas, como a difusão, contraste e espectroscopia.

Prevenção

Basicamente, é preciso ter hábitos saudáveis para poder manter o corpo saudável e evitar doenças. No caso do câncer de próstata, é comprovado que os índices costumam ser menores em pessoas que mantém uma dieta equilibrada, com alta ingestão de frutas, legumes e verduras. 
Exercícios físicos também contribuem, assim como manter-se com um peso normal e evitar outros costumes que possam prejudicar o organismo, como dormir pouco, fumar ou beber.

Sintomas do câncer de próstata

Um dos maiores problemas para a detecção do câncer de próstata é que ele praticamente não possui sintomas durante a evolução. Por isso, é preciso realmente ter o acompanhamento médico.

No entanto, alguns sinais devem ser monitorados e, caso surjam, é preciso adiantar a consulta. Dificuldade de urinar ou vontade excessiva é o sintoma mais comum da doença, mas é possível ter outros sintomas como dor óssea, problemas renais e outros sintomas urinários.

Tratamento

Os principais tratamentos para o câncer de próstata envolvem cirurgia, radioterapia, quimioterapia e intervenções medicamentosas. As chances de cura do câncer de próstata são bastante altas quando a doença é descoberta em seus estágios iniciais. Isso torna imprescindível a investigação de qualquer tipo de sintoma ou qualquer anormalidade em exames de rotina.

Você sabia?

O câncer de próstata é o sexto mais comum em todo o mundo e o segundo mais frequente em homens, perdendo somente para câncer de pele. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a detecção precoce é fundamental para que os tratamentos sejam feitos corretamente e com boas perspectivas de cura. A conscientização, nesse caso, é essencial, já que o cuidado periódico ainda não é uma prática comum entre os homens.

Por isso, tenha sempre em mente que todo homem acima de 40 anos deve consultar-se anualmente e fazer os exames adequados para descobrir e combater a doença.

 
 
 
Área Restrita: ADMIN | EMAIL | INOVA | PESQUISAS | ADMIN PESQUISAS | EPA