Conheça alimentos que aumentam a disposição e previnem doenças

Mais tempo disponível e maturidade o suficiente para aproveitar o melhor da vida, estas são as grandes vantagens da terceira idade. Para curtir ao máximo, é importante chegar nesta fase com muita disposição e saúde. A alimentação pode ser uma grande aliada, ou vilã, neste processo.

A nutricionista do MedSênior, plano de saúde especializado em idosos, Bianca Gava, explica que o envelhecimento é um processo fisiológico inevitável a qualquer organismo, mas que, com os cuidados certos, é possível passar por ele de forma saudável. “Os alimentos podem agir como coadjuvantes neste período, auxiliando na prevenção de doenças”, afirma.

A dica da nutricionista é investir em nutrientes como vitaminas no complexo B e magnésio. “Para o bom funcionamento do nosso cérebro precisamos de energia dentro das células. Os alimentos do complexo B (vitaminas B1, B2, B3) e o magnésio podem auxiliar na sensação de bem-estar e também melhorar a disposição física. Eles estão envolvidos em vários processos fisiológicos como relaxamento e contração muscular, impulsos nervosos e, ainda, na transformação de glicose alimentar em energia armazenada em nossas células”, informa a especialista.

Alguns alimentos que podem auxiliar, e muito, no processo de envelhecimento saudável foram listados pela nutricionista, mas ela alerta sobre a necessidade de mesclar os nutrientes. “É importante lembrar que, quanto mais variada a alimentação, mais chances de cumprir todas as nossas necessidades nutricionais”, destaca Bianca.

Resultado de imagem para BANANA ACAI

Alimentos para apostar

AÇAÍ - é uma fruta típica brasileira, rica em vitamina C e carboidratos, poderoso antioxidante, boa fonte de energia, gorduras insaturadas, fibras, B1, B2 e ferro. Atua na comunicação entre as células cerebrais, promovendo redução do stress e sensação de bem-estar físico e mental. O idoso pode associá-lo à polpa de fruta pasteurizada em vitaminas ou usá-lo concentrado e orgânico, de preferência, com granola sem açúcar e frutas in natura.

LINHAÇA E A CHIA – também são fonte de magnésio, manganês e selênio, possuem ômega 3 e fibras que auxiliam o bom funcionamento do intestino, o que é muito bom para os pacientes idosos, pois o processo de envelhecimento deixa função intestinal mais lenta. Elas podem ser adicionadas em vitaminas, iogurtes, frutas e em algumas receitas de pães.

BANANA – é fonte de triptofano, um aminoácido precursor da serotonina, que é um neurotransmissor com funções como regular o sono, o humor e auxiliar na prevenção distúrbios emocionais. Além disso, também é fonte de potássio, que quando baixo, está relacionado à fraqueza muscular, cãibras, fadiga e apatia mental, sintomas muito comuns na terceira idade. Esta fruta é muito popular e bem aceita, inclusive em pacientes com algum comprometimento na deglutição.

QUINOA – é fonte de vitamina B1, B2, B3 e B6, que ajuda a glicose a se transformar em energia, além de atuar na função cerebral. Excelente para o envelhecimento saudável. Pode substituir o arroz e o macarrão e complementar sopas, caldos e saladas.

OVO – possui vitamina B12 e colina, uma substância que reveste a membrana das células, incluindo as células nervosas do cérebro. A colina não é produzida pelo nosso organismo, por isso a importância de ingerir na alimentação. As técnicas de preparo recomendadas são: mexido, cozido, pochê e grelhado no óleo de coco.

GENGIBRE – é a raiz mais usada por diversos povos há milênios. A razão está em suas propriedades medicinais, que dão mais disposição e ânimo, combatendo os radicais livres. Pode ser usado em sucos e chás. Mas atenção, o excesso pode causar taquicardia e sudorese.

FONTE:https://g1.globo.com/espirito-santo/especial-publicitario/Medsenior/seremos-todos-idosos/noticia/conheca-alimentos-que-aumentam-a-disposicao-e-previnem-doencas.ghtml

 
 
 
Área Restrita: ADMIN | EMAIL | INOVA | PESQUISAS | ADMIN PESQUISAS | EPA